Author Topic: Is the Thought Adjuster connected to the "Super Ego"?  (Read 43 times)

0 Members and 1 Guest are viewing this topic.

Online JuliodaLuz

  • Hero Member
  • *****
  • Posts: 1519
  • I love God with all intensity of my being.
    • View Profile
    • Email
Is the Thought Adjuster connected to the "Super Ego"?
« on: February 14, 2020, 03:47:27 PM »
To all

Subject: - Is the Thought Adjuster connected to the "Super Ego"?


=======

Just now I was reflecting on the new broader function of Thought Adjusters.

So, I searched the internet for "ID", "EGO" and "SUPER EGO".

=======

See Wikipedia's explanation in English:
https://en.wikipedia.org/wiki/Id,_ego_and_super-ego

See Wikipedia's explanation in Portuguese:
https://pt.wikipedia.org/wiki/Teoria_psicanal%C3%ADtica


=======
Copy of the above wikipedia in Portuguese:

Structural model of personality (2nd Topic)

Freud later developed, (1923) a structural model of personality, in which the psychic apparatus is organized into three structures: [2] [3]

Id (in German: es, "it, that"): The id is the source of psychic energy, the libido. The id is formed by drives, instincts, organic impulses and unconscious desires. It works according to the pleasure principle (Lustprinzip), that is, it always seeks what produces pleasure and avoids displeasure. He makes no plans, does not wait, seeks an immediate solution to tensions, does not accept frustrations and knows no inhibitions. He has no contact with reality and a satisfaction in the fantasy can have the same effect as a hit through an action. The id ignores judgment, logic, values, ethics or morals, being demanding, impulsive, blind, irrational, antisocial and directed to pleasure. The id is completely unconscious.

Ego (ich, "I"): The ego develops from the id in order to allow its impulses to be efficient, that is, taking into account the external world, through the so-called reality principle. It is this principle that introduces reason, planning and waiting to human behavior. The satisfaction of the drives is delayed until the moment when the reality allows to satisfy them with a maximum of pleasure and a minimum of negative consequences. The main function of the ego is to seek a harmonization initially between the id's desires and the superego's supervision / reality / repression.

Superego (Über-Ich, "super-me", "beyond-me"): It is the moral part of the human mind and represents the values of society. The superego has three objectives: (1) to repress, through punishment or guilt, any impulse contrary to the rules and ideals dictated by it; (2) forcing the ego to behave morally, even if irrationally; and, (3) to guide the individual to perfection, in gestures, thoughts and words. The superego is formed after the ego, during the child's effort to introject the values received from parents and society in order to receive love and affection. It can work in a very primitive way, punishing the individual not only for actions taken, but also for unacceptable thoughts; another characteristic of yours is dualistic thinking (all or nothing, right or wrong, with no middle ground). The superego is divided into two subsystems: the ideal ego, which dictates the good to be sought, and the conscience (Gewissen), which determines the evil to be avoided.

=======


So, considering this classification, the question comes: - Is the Thought Adjuster connected to the "Super Ego"?

=======

A todos

Assunto:  - O Ajustador do Pensamento tem ligação com o "Super Ego"?


=======

Agora a pouco eu estava refletindo sobre a nova função mais ampliada dos Ajustadores do Pensamento.

Então, eu pesquisei na internet sobre o "ID" o "EGO" e o "SUPER EGO".

=======

Vide explicação do Wikipédia no idioma inglês:
https://en.wikipedia.org/wiki/Id,_ego_and_super-ego

Vide explicação do Wikipédia no idioma português:
https://pt.wikipedia.org/wiki/Teoria_psicanal%C3%ADtica

=======
Cópia do wikipédia acima no idioma português:

Modelo estrutural da personalidade (2ª Tópico)

Freud desenvolveu mais tarde, (1923) um modelo estrutural da personalidade, em que o aparelho psíquico se organiza em três estruturas:[2][3]

Id (em alemão: es, "ele, isso"): O id é a fonte da energia psíquica, a libido. O id é formado pelas pulsões, instintos, impulsos orgânicos e desejos inconscientes. Ele funciona segundo o princípio do prazer (Lustprinzip), ou seja, busca sempre o que produz prazer e evita o desprazer. Não faz planos, não espera, busca uma solução imediata para as tensões, não aceita frustrações e não conhece inibição. Ele não tem contato com a realidade e uma satisfação na fantasia pode ter o mesmo efeito de uma atingida través de uma ação. O id desconhece juízo, lógica, valores, ética ou moral, sendo exigente, impulsivo, cego, irracional, antissocial e dirigido ao prazer. O id é completamente inconsciente.

Ego (ich, "eu"): O ego desenvolve-se a partir do id com o objetivo de permitir que seus impulsos sejam eficientes, ou seja, levando em conta o mundo externo, por intermédio do chamado princípio da realidade. É esse princípio que introduz a razão, o planejamento e a espera ao comportamento humano. A satisfação das pulsões é retardada até o momento em que a realidade permita satisfazê-las com um máximo de prazer e um mínimo de consequências negativas. A principal função do ego é buscar uma harmonização inicialmente entre os desejos do id e a supervisão/realidade/repressão do superego.

Superego (Über-Ich, "super-eu", "além-do-eu"): É a parte moral da mente humana e representa os valores da sociedade. O superego tem três objetivos: (1) reprimir, através de punição ou sentimento de culpa, qualquer impulso contrário às regras e ideais por ele ditados; (2) forçar o ego a se comportar de maneira moral, mesmo que irracional; e, (3) conduzir o indivíduo à perfeição, em gestos, pensamentos e palavras. O superego forma-se após o ego, durante o esforço da criança de introjetar os valores recebidos dos pais e da sociedade a fim de receber amor e afeição. Ele pode funcionar de uma maneira bastante primitiva, punindo o indivíduo não apenas por ações praticadas, mas também por pensamentos inaceitáveis; outra característica sua é o pensamento dualista (tudo ou nada, certo ou errado, sem meio-termo). O superego divide-se em dois subsistemas: o ego ideal, que dita o bem a ser procurado, e a consciência (Gewissen), que determina o mal a ser evitado.

=======


Então, considerando esta classificação, vem a indagação: - O Ajustador do Pensamento tem ligação com o "Super Ego"?


« Last Edit: February 14, 2020, 03:49:11 PM by JuliodaLuz »
Julio da Luz (Bar'MTinsha - Pre'Msha)